28 de fevereiro de 2013

BARBEARIAS EM PORTUGAL, E A SUA DECADÊNCIA

As barbearias em Portugal vão desaparecendo a curto prazo, eis algumas das causa que motivaram o desaparecimento o estilo característico das barbearias que ao longo de séculos se foi usando na serventia do povo com outras tradições que estão a desaparecer.

todos nós sabemos o que alimentava mais as barbearias eram as barbas que ao amanhecer alguns clientes esperavam o abrir da porta para fazer a barba, que era uma prática quase diária pelo menos nas vilas e cidades.

Com o aparecimento das gilettes os clientes foram desaparecendo aos poucos e o trabalho começou a faltar nas barbearias, e começou ai o fecho de muitas barbearias em Portugal.

Também sabemos a história que o barbeiro era o dentista e barbeiro cirurgião, e em 31 de Julho de 1870, que os barbeiro foram proibidos de tirar dentes, ou seja quem quis ficar em dentista ficou, quem quis ficar em barbeiro ficou, mas essa pratica de tirar dentes funcionou quase ate ao ano de 1940.

Depois veio esta moda mais ou menos em 1970, a de cabeleireiros unissexo, e desde ai então com o nome de cabeleireiro foram desaparecendo grande parte das barbearias em Portugal

2 comentários:

Jorge Afonso disse...

Boa tarde, a minha mae tem um quadro igual ao da direita, foi o sr. Gil que lhe ofereceu..

Joaquim Pinto disse...

Sr. Jorge Afonso.
Obrigado pela mensagem que muito agradeço o interesse que o meu trabalho tem merecido apresso
Ainda bem que sua mãe tem um quadro igual. Eu compreio na feira de Algé. Um dia venha conecer o museu do barbiro e cabeleireiro no C.C .Apolo 70.
Um abraço Joaquim Pinto.

Enviar um comentário